Variedade de Espetáculos infantis animam os sábados e feriados de Maio no Sesc São Caetano

 

No mês de Maio o Sesc São Caetano oferece aos sábados e feriados , variedade de “Espetáculos Infantis”, a cada atividade uma CIA diferente, onde trarão espetáculos de palhaços, musicais, mágica, literatura e circo que atenderão ao público geral e totalmente gratuitas.

A LONA CAIU
COM CIA BUBIÔ FICÔ LÔ!
01/05, às 16h

Esquetes clássicos de palhaços, amarradas em um enredo divertido com o Dono do Circo, Palhaço e Músico.

ATÉ ONDE O VENTO LEVAR
COM GRUPO PASÁRGADA
19/05, às 16h

Uma fábula sobre o meio ambiente, qualidade de vida e cidadania. As personagens: são o gordo e inteligente Jornal de Ontem, o pacato caipira Caroço de Manga, o esnobe e mal humorado Vidro de Perfume Francês, a roqueira Lata de Refri e o generoso Saco de Plástico.

Depois da Chuva
com Cia Polichinelo
26/05, às 12h

Nesta trama sutil e delicada, alguns bichos visitam o quarto de um morador que não gosta muito de trovões. Porém, em companhia de seus amigos, o medo do barulho parece passar rapidinho.Tentando protegê-los, o morador os coloca para dormir em um baú no seu quarto para que eles possam aguardar a chuva passar. Entretanto um acontecimento irá mudar essa história. Um dos visitantes irá passar por uma grande transformação.

RAPUNZEL NA QUITANDA
COM CIA POLICHINELO
26/05, às 16h

Na Quitanda da Mãe Joana, tem de tudo um pouco: verduras, legumes, frutas e até uma planta rara, de sabor maravilhoso: o rapôncio! E, para aqueles que não sabem a história dessa planta, o dono da quitanda faz questão de contar como essa verdura estrangeira mudou a vida de uma família, fez uma menina ser aprisionada e um príncipe se apaixonar.

OSSOBANDA E O PÉ DE MARAVILHA
12/05, às 16h

Neste show, a banda executa o repertório do disco mais recente e pede licença para apresentar ao grande público suas criações. Um convite para subir neste Pé de Maravilha e explorar seu universo mágico e feito o João, do Pé de Feijão, voltar ao chão com uma deliciosa experiência para contar… ou cantar. A OssoBanda cria para todas as crianças, as de hoje e as de sempre. Para a criança de hoje, apresenta um universo pop, com rocks e baladas e para a criança de sempre, propõe um passeio pelas cirandas e cantigas de ninar.

OXUMARÉ
01/05, às 12h

Nesse conto de tempo fora do tempo, quando mundo ainda não era mundo, o grupo construirá junto às crianças e suas famílias a história de Oxumaré, que conta sobre a tradição africana e sua relação com a natureza. Experimentando ser cobra pelo chão e arco-íris pelo ar, todos poderão cantar, dançar e brincar essa história africana. Área de Convivência. O Grupo Histórias de Brincar surgiu em 2014 do encontro de educadoras, que vindo de caminhos diferentes, perceberam na Cultura Popular o espaço para confluência entre educação, teatro, música e dança. Sua equipe é formada por Flora Barcellos, Flora Poppovic e Marina Siqueira e pode contar também com a colaboração de outros educadores brincantes. Sobre as histórias do mês de maio: Os encontros têm como objetivo aproximar o público da cultura popular brasileira, a partir de histórias de diferentes matrizes – Indígena, africana e ibérica – que são brincadas, dançadas e experimentadas através de cantigas, acalantos, brincos e brinquedos da cultura da infância.

PASSARINHO CONTOU
COM THAYAME PORTO
05/05, às 12h

Imagina um bando de passarinhos que são amigos de tartaruga, cantores de coral com elfos e sereias, parceiros de espantalhos e ainda fazedores de cocô em cima das árvores. Imaginou?As histórias, livros e poemas de todas essas aventuras passarinhantes serão contadas pra você! Contação de histórias, mediação de leitura e poesias brincadas.Vem! Passarinho Contou é um trabalho que reúne Contação de histórias, mediação de leituras, poemas brincantes e musicalidade. Tudo isso para incentivar a leitura. Thayame Porto é a contadora de histórias e idealizadora.

POR QUÊ NO CÉU HÁ TANTAS ESTRELAS
COM HISTÓRIAS DE BRINCAR
12/05 às 12h

Um índio karajá, intrigado com o sumiço das estrelas do céu, sai pela floresta em busca de descobrir o que acontecera. Envolto no mistério e nos questionamentos desse mito indígena, o grupo convida crianças e suas famílias à experimentar diferentes possibilidades e desafios corporais a partir de brincadeiras de bichos do céu e da terra. O Grupo Histórias de Brincar surgiu em 2014 do encontro de educadoras, que vindo de caminhos diferentes, perceberam na Cultura Popular o espaço para confluência entre educação, teatro, música e dança. Sua equipe é formada por Flora Barcellos, Flora Poppovic e Marina Siqueira e pode contar também com a colaboração de outros educadores brincantes. Sobre as histórias do mês de maio: Os encontros têm como objetivo aproximar o público da cultura popular brasileira, a partir de histórias de diferentes matrizes – Indígena, africana e ibérica – que são brincadas, dançadas e experimentadas através de cantigas, acalantos, brincos e brinquedos da cultura da infância.

TUINGO E BASTIÃO – UMA DUPLA DE BAIÃO
COM CIA BUBIÔ FICÔ LÔ!
05/05, às 16h

Tuingo um cômico, Bastião um músico. Uma dupla um tanto excêntrica, cada um na sua especialidade, mas parece ter algo em comum – A MÚSICA! Após ficar desempregado, Tuingo recebe um convite para auxiliar Bastião em seus shows. Vendo que Bastião tem dificuldades para criar um repertório, Tuingo conta, através da música, alguns causos de sua vida. Com isso consegue mostrar seu lado compositor e cantor, mas nem sempre isso pode ser uma boa ideia! Um “show-riso” interativo que homenageia músicos como Luiz, Gonzaga e Dominguinhos e artistas populares que, também, trabalham, ou trabalharam, com músicas cômicas em suas atividades, como: Adamastor Pitaco, Tiririca, Os Trapalhões, Jararaca e Ratinho, Alvarenga e Ranchinho, entre outros.

COM LIVRO SE BRINCA?
COM A CIA CIRCO DE TRAPO
31/05, às 12h

Este projeto traz diferentes intervenções, brincadeiras e experimentos com livros onde a leitura abre caminhos, cutuca a imaginação para cada um mergulhar em uma história, construir, transformar e criar com as próprias mãos, passar das palavras para os objetos, para as cores, para os sentidos.

PÉ DE PALHAÇO
COM CIA PELO CANO
31/05, às 16h

A apresentação reúne esquetes, números clássicos de circo, criações próprias e muita criatividade. Duas palhaças, Emily e Manela, contam histórias de princesas, organizam uma festa surpresa, adivinham o pensamento da plateia, se transformam em homem, tentam aprender origami, brincam com água e sabão e, claro, limpam tudinho depois. Toda essa aventura é narrada com o auxílio de papel, caneta e muita paspalhice. Com recursos despojados, as palhaças se divertem com as crianças numa grande brincadeira, bem próximas do universo infantil onde a magia se instaura nas coisas simples e as coisas mais cotidianas podem ser grandes descobertas. As palhaças Emily (Vera Abbud) e Manela (Paola Musatti) trabalham juntas há mais de 20 anos e trazem na bagagem o espetáculo Pelo Cano, Show dela e O Jardim do imperador, além de integrar os grupos Doutores da Alegria, Sampalhaças e Jogando no Quintal.

VAMOS TODOS CIRANDAR
COM HISTÓRIAS DE BRINCAR
19/05, às 12h

De onde veio a Ciranda? Alguns afirmam que do além mar, navegando e rodando pelo Caminho de Viseu. Outros dizem que foi o movimento do próprio mar que inspirou sua dança. E há quem diga que o nome ciranda vem de “zaranda”, peneira usada pelas mulheres beira-mar. O grupo Histórias de Brincar convida crianças e suas famílias à cantar e dançar ciranda, brincadeira que tem diversas histórias sobre sua origem. Àrea de Convivência. __ O Grupo Histórias de Brincar surgiu em 2014 do encontro de educadoras, que vindo de caminhos diferentes, perceberam na Cultura Popular o espaço para confluência entre educação, teatro, música e dança. Sua equipe é formada por Flora Barcellos, Flora Poppovic e Marina Siqueira e pode contar também com a colaboração de outros educadores brincantes. Sobre as histórias do mês de maio: Os encontros têm como objetivo aproximar o público da cultura popular brasileira, a partir de histórias de diferentes matrizes – Indígena, africana e ibérica – que são brincadas, dançadas e experimentadas através de cantigas, acalantos, brincos e brinquedos da cultura da infância.

SERVIÇO:
Sesc São Caetano
Rua Piauí -554 Santa Paula – São Caetano do Sul
Dia: 1, 5, 12, 19,26, 31 de Maio
Recomendação etária: Livre
Ingressos: grátis, retirada de ingressos 1 hora antes das apresentações
Telefone para informações: (11) 4223-8800
Para informações sobre outras programações acesse o portal sescsp.org.br/saocaetano
Horário de atendimento/bilheteria do Sesc São Caetano – De segunda a sexta, 9h às 21h30, sábados e feriados, das 9h às 17h30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *