Saiba como agir quando seu filho se transforma no Hulk

Denise Franco lembra aos pais que antes de lidarem com a raiva das crianças, precisam aprender a controlar as próprias emoções.

A raiva é uma emoção que ‘chega chegando’, provoca uma grande devastação e, muitas vezes, quando acontece dentro de casa os pais acabam sem saber como agir diante das crianças. Mas o que será que aflora esta emoção nos pequenos, fazendo com que eles ‘fiquem verdes’ e quase se transformem num famoso super-herói?

Para a psicóloga e consultora educacional Denise Franco, “as situações dependem do universo da criança, mas cada uma costuma sentir raiva diante de frustrações, dos ‘nãos’ recebidos ou mesmo de algo que criaram expectativa”. Segundo ela, “as crianças de hoje em dia vivem em um mundo cheio de informações, imersas na cultura do ‘aqui e agora’”.

Denise afirma que “quando você ensina a criança a refletir mais, a pensar outras possibilidades para resolver um conflito num momento de raiva, você está ensinando que o mundo pode esperar, que um conflito tem outras soluções possíveis e criativas”.

No entanto, uma ressalva importante da profissional diz respeito diretamente aos adultos: “para que possam orientar os filhos, os pais precisam aprender a lidar de modo mais saudável com a própria raiva, entendendo que essa emoção – na sua forma saudável –, gera mudanças e não destruição e intolerância”.

Quando os pais aprendem a despertar um grande potencial em si mesmos, aumentam a tolerância nos conflitos do dia-a-dia e, de acordo com a psicóloga e educadora emocional, “ajudam os filhos a exercitarem a reflexão, a calma, a possibilidade de encontrar novas respostas para seus conflitos”.

E ela finaliza afirmando que “todas as emoções – inclusive a raiva – são importantes e é preciso saber o usar o lado saudável de cada uma delas”.


Denise Franco de Souza é natural de São Paulo. Psicóloga, mãe de dois filhos e consultora educacional. Formou-se em Psicologia em 1999. É pós-graduada em Psicopedagogia pelo Instituto Sedes Sapientiae e certificada pelo Positive Discipline Association dos E.U.A. como Educadora Parental e de Primeira Infância em Disciplina Positiva. Também tem formação em Terapia Cognitiva Comportamental, em Biofeedback Cardíaco e Educação Emocional pela UNIFESP. Idealizadora do projeto Cultivando Equilíbrio, ela divide o tempo de trabalho com seu consultório e realizando consultorias, orientações e palestras em escolas. Tem cursos online, oferece formação a educadores e mentoria para psicólogos em inteligência emocional e desenvolvimento de projetos. É coautora do livro Psicologia Sem Fronteiras. Acesse: http://cultivandoequilibrio.com/ | Facebook: facebook.com/cultivandoequilibrio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *