Os bailes de carnaval estão de volta

Projeto “União Folia” oferece bailes de carnaval com a participação de Blocos de Rua

Entre os dias 09, 22 e 23 de fevereiro, o projeto “União Folia”, realizado pela BASE3 Produtora, levará shows na tradicional casa de bailes União Fraterna. Que tem por objeto o resgate do carnaval tradicional de salão doas décadas de 60,70 e 80. Os bailes começam no dia 09 de Fevereiro das 16h às 22h, com a apresentação do Bloco Passaram a Mão na Pompéia. A União Fraterna situado na Rua Guaicurus, 27, Água Branca. Para embalar o evento, um DJ também marcará presença todos os dias.

Os interessados podem adquirir os ingressos no Sympla

PROGRAMAÇÃO

Data: 09/02
15h00 – Abertura da Casa
16h00 – Bloco Passaram a Mão na Pompéia 20h00 – Encerramento
Data: 22/02
15h00 – Matinê para crianças
20h00 – Baile de Carnaval com DJ e Banda Baile 01h00 – Encerramento Baile de Carnaval
Data: 23/02
15h00 – Matinê para crianças
20h00 – Baile de Carnaval com Bloco Unidos da Santa 01h00 – Encerramento Baile de Carnaval
Tombada pelo Patrimônio Histórico Municipal, fundada em 1922, é palco de grandes bailes, festas e do filme Chega de Saudade.
Parte da renda dos ingressos será doada para Rede Solidária Árvore Azul, para aquisição de material escolar e doação às crianças do Capão Redondo.

Serviço:
União Fraterna
Rua Guaicurus, 27 – Água Branca
Estacionamento: Vallet Service
Indicação Etária:
Dia 09 – Livre
Dias 22 e 23 – Matinê – Livre
Baile – 18 anos Ingressos: Sympla – https://www.sympla.com.br/uniao-folia__770017
Inteira – R$ 50,00 / Meia Entrada – R$ 25,00

Sobre o Bloco Passaram a Mão na Pompéia

O Bloco Passaram a Mão na Pompéia surgiu há 8 anos, quando três amigos resolveram concretizar um desejo antigo de resgatar as tradicionais marchinhas de carnaval. A Banda do Peru, vinda das arcadas do Largo de São Francisco, é a responsável pela condução das marchinhas, fazendo a alegria dos foliões, com muita experiência e picardia. O Bloco, com o apoio dos bares do bairro, faz o seu aquecimento na Rua Cotoxó com a Rua Ministro Ferreira Alves, e sai pelas as ruas da Pompéia (Caraíbas e Coronel Melo de Oliveira), parando de bar em bar, para repor as energias de uma fanfarra alegre e com muita paz. O encontro de gerações é o mote da fanfarra, fazendo com que as marchinhas se perpetuem como cultura popular. Por último e não menos importante, devemos agradecer todo o apoio do Centro Cultural Pompéia que, mais uma vez, demonstra a sua inteira dedicação ao fomento da cultura no bairro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *