Onçafari traz safári e sons da natureza para dentro de casa

Para aproveitar o tempo em casa e, principalmente, contribuir com o entretenimento e ensinamento de crianças e adultos, o Onçafari, que atua no estudo e conservação da onça-pintada, apresenta um safári virtual inédito, realizado em sua base, no Refúgio Ecológico Caiman, localizado no Pantanal do Mato Grosso do Sul. Destaque ainda para a série Sons do Onçafari, criada para que todos possam relaxar com barulhos da natureza local.

Gravado em alta definição, o safári virtual leva o público a uma imersão no Pantanal. No vídeo, a coordenadora geral e bióloga do Onçafari, Lilian Rampim, junto com o biólogo Pedro Reali e o guia Mario Nelson exploram a região em busca de aves, jacarés e onças-pintadas, investigando pegadas, rastros e apresentando um pouco da fauna e flora presentes.

“Com as restrições impostas pela pandemia, o sonho de viajar foi adiado. Nesse contexto, decidimos trazer o safári para dentro de casa, sendo uma forma de deixar o Pantanal mais perto, entreter e aproveitar a oportunidade para que as crianças e o público em geral conheçam mais sobre os animais da fauna brasileira”, destaca Mario Haberfeld, fundador do Onçafari.

O vídeo pode ser conferido na íntegra no YouTube:

Sons do Onçafari

Em um estudo publicado na Scientific Reports, em março de 2017, pesquisadores apontam que os sons da natureza possuem um efeito relaxante para a mente, ajudando também na concentração. “Pensando nisso, lançamos a iniciativa ‘Sons do Onçafari’, para trazer a natureza para perto”, comenta Haberfeld. A série é dividida em dois temas – Sons do Pantanal e Noite de Chuva no Pantanal. Com 20 gravações diferentes, as playlists podem ser acessadas pelo YouTube, Spotify e Apple Podcasts.

Sobre o Onçafari

O Onçafari atua no Pantanal, Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica com o objetivo de promover a conservação do meio ambiente e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico das regiões em que está inserido por meio do ecoturismo e de estudos científicos. O projeto é focado na preservação da biodiversidade em diversos biomas brasileiros, com ênfase em onças-pintadas e lobos-guarás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *