Férias escolares: guia turístico educativo para São Paulo

SAS Plataforma de Educação elenca dicas sobre como aproveitar o tempo livre para passear e aprender na capital paulista

O mês de julho já está acabando, mas ainda dá tempo de aproveitar os dias de férias escolares para otimizar o tempo livre e fazer passeios que unem diversão e aprendizado. Pensando nisso, o Diretor de Ensino e Inovações Educacionais do SAS, Ademar Celedônio, dá cinco dicas de atrações turísticas em São Paulo para visitar e adquirir conhecimento nos próximos dias.

Parque do Ibirapuera
No maior parque da cidade paulista, há uma diversidade de espaços para visitar e aliar a diversão ao aprendizado. Há programação para atividades tanto ecológicas, como no Viveiro Manequinho, uma opção para os pequenos conhecerem sobre a vida das plantas, quanto culturais e educativas, a exemplo do Museu Afro Brasil, os Museus de Arte Contemporânea e de Arte Moderna, o Pavilhão das Culturas Brasileiras, o Planetário do Ibirapuera, entre outros. É possível passar um dia inteiro no Ibirapuera apenas aproveitando todas essas opções de aproximação com a arte, a cultura e a natureza.

Pinacoteca do Estado de São Paulo
Na Pina, existem ações educativas que envolvem arte, história, memória e patrimônio cultural, para que jovens e crianças exercitem a cidadania e a difusão do conhecimento. Segundo Celedônio, visitar a Pinacoteca significa passear pela história da arte brasileira desde o século XIX até os dias atuais e de momentos importantes da história de São Paulo.

Parque Estadual da Cantareira
O Parque da Cantareira possui uma das maiores áreas de mata tropical do mundo situada em região metropolitana e abriga diversas espécies animais ameaçadas de extinção, além de vegetação nativa, bosques e cachoeiras. As atrações principais são as trilhas, sendo a Pedra Grande o ponto mais alto, de onde se tem uma vista privilegiada de São Paulo. “É uma excelente oportunidade para conhecer de perto a Mata Atlântica em um passeio divertido e que possibilita contato com a natureza, justo em uma cidade extremamente urbana como São Paulo”, ressalta o diretor.

Pateo do Collegio
O complexo, que marca o início da fundação da cidade de São Paulo, pertence à Companhia de Jesus, ordem religiosa dos jesuítas responsável pela catequização dos indígenas no Brasil logo após o Descobrimento. O Pateo fornece aos pequenos uma aula de história e proporciona imersão na arte e na cultura – não só paulistana, como brasileira. Lá, é possível ter acesso a museus que contam parte da história do país e uma biblioteca com importantes registros históricos.

MASP
Não tem como não falar do MASP ao falar de São Paulo. O Museu de Arte de São Paulo reúne mais de 10 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos. “Estar no MASP é mais que observar obras de arte, é também ter a opção de participar de oficinas de artes visuais, apresentações de música, dança e teatro e outros eventos educativos. É uma boa oportunidade de despertar nas crianças o interesse pela arte por meio de um passeio interativo e de grande riqueza cultural”, finaliza Celedônio.

Sobre o SAS Plataforma de Educação: O SAS é uma Plataforma de Educação que desenvolve conteúdo, tecnologia e serviços para mais de 700 escolas e 230 mil alunos em todo o Brasil. SAS é uma solução da Arco Educação, uma companhia focada em soluções educacionais para o ensino básico que alia educação de excelência e gestão eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *