6 de Abril: Dia das Boas Ações no Parque Ibirapuera leva muita solidariedade e cultura para toda família

4ª edição do Dia das Boas Ações mobiliza voluntários e ONGs em evento repleto de atividades culturais e artísticas para toda a família. O evento no Parque Ibirapuera terá uma programação intensa e gratuita, com destaque para o show do grupo afro Ilú Obá de Min.

Em sua quarta edição no Brasil, o Dia das Boas Ações – maior movimento de voluntariado do mundo, promovido para despertar o engajamento em diversas causas sociais – acontece em 6 de abril, no Parque Ibirapuera, em São Paulo, das 9h às 19h.

Fazem parte da programação do DBA 2019 mais de 20 atrações culturais e artísticas e a realização de oficinas temáticas. Será um dia inteiro com apresentações de teatro, circo, danças e o show do grupo afro Ilú Obá de Min. E o melhor, tudo de graça!

No país, a iniciativa é realizada pelo Atados, uma plataforma social que conecta pessoas e organizações, facilitando o engajamento nas mais diversas possibilidades de voluntariado, e pela Muda Cultural, produtora de eventos culturais. O DBA marca o início de ações sociais que acontecerão até 14/04/2019 em diversas cidades brasileiras.

Além da extensa programação de atividades, o DBA 2019 traz também sua Feira de ONGs, com mais de 20 organizações expondo produtos sociais e apresentando o trabalho que vêm realizando para transformar a realidade de seus públicos-alvo.

A importância do voluntariado

Considerado o maior movimento de mobilização voluntária do mundo, o Dia das Boas Ações é realizado em mais de 90 países. No Brasil, a primeira edição aconteceu em 2016 e teve atividades distribuídas por mais de 40 cidades, beneficiando mais de 40 mil pessoas em quase 300 iniciativas. Na edição passada, o evento mobilizou 30 cidades, com 150 ações e mais de 3.500 voluntários envolvidos.

A expectativa desta edição é atingir mais de 5 mil pessoas. “O crescimento do voluntariado no Brasil é visível, as pessoas estão cada vez mais preocupadas em apoiar aqueles mais vulneráveis. Isso pode ser comprovado pelo resultado das edições anteriores do DBA, já que o engajamento iniciado durante os eventos se mantém ao longo do ano em ações cada vez mais transformadoras. Ou seja, para muitos, o DBA é o ponto de partida para uma atuação voluntária com real poder transformador”, explica Daniel Morais, fundador do Atados.

A 4ª edição do DBA é patrocinada pela WestRock através da Lei Rouanet e conta com o apoio do Mercado Livre. Além de São Paulo, que recebe o evento no dia 6, DBA acontece no Rio de Janeiro, no dia 7 de abril e volta, em maio, para as cidades paulistas de Porto Feliz e Valinhos.

“Buscamos apoiar projetos que incentivem e promovam ações do bem que possam contribuir para que o mundo seja um lugar melhor para nós e para as futuras gerações. É por esse motivo que apoiar o Dia da Boas Ações fez todo o sentido, já que o projeto consegue despertar nas pessoas o engajamento em diferentes causas sociais por meio do voluntariado, que amplifica o alcance e impacto dessa corrente do bem”, resume Cynthia Wolgien, Head de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade WestRock.

PROGRAMAÇÃO DBA – 6 DE ABRIL (SÁBADO)

Além de desfrutar de um dia cheio de lazer e diversão, os visitantes poderão se inteirar mais profundamente sobre a importância do Terceiro Setor, além de se conectar com causas sociais e se cadastrar na plataforma Atados para realizarem trabalho voluntário.

As atividades serão distribuídas por espaços temáticos (Palco Central, Vila Diversidade, Vila Sustentabilidade, Espaço Raiz, Tenda Atados, Bosque), que estarão em pontos estratégicos para ampliar o acesso e participação do público.

PALCO CENTRAL

10h às 11h – Orquestra de Berimbaus – Sob regência de Mestre Dinho Nascimento, a Orquestra de Berimbaus do Morro do Querosene interpreta toques da capoeira, canções e ritmos da música brasileira, de forma solene e inusitada. Performances de capoeira e samba-de-roda completam o espetáculo.
Realização: Morro do Querosene

13h às 13h30 – Good Morning SP Mix – Este espetáculo traz muita música (reggae, rock, rap e MPB), coreografias e humor (crônicas e textos incidentais), desenvolvendo várias cenas com situações inusitadas, nas quais o tema da inclusão está sempre presente, já que os atores são todos cadeirantes. Deto Montenegro assina roteiro e direção.
Realização: Oficina dos Menestreis

17h30 às 18h30 – Ilú Obá de Min – Esta apresentação promove e divulga a cultura negra no Brasil com o objetivo de fortalecer as mulheres negras na sociedade. O bloco afro Ilú Obá de Min é uma intervenção cultural baseada na preservação de patrimônio imaterial. O grupo entoa cantos e danças advindos das culturas populares, realizando uma grande ópera de rua comandada pela força dos tambores. O protagonismo é inteiramente feminino e vem das mulheres a força para lutar por uma sociedade menos racista, sexista, machista e discriminatória.
Realização: Ilú Obá de Min

VILA DIVERSIDADE

9h30 às 10h – Teatro Denúncia – Um neto malandro, uma família negligente, um motorista desinteressado, um sistema público ineficiente, um viúvo buscando um grande amor. Essas são algumas das histórias contadas neste espetáculo, que faz diversas críticas sociais e emocionais sobre o dia a dia de muitos idosos, sem deixar de adicionar uma boa dose de humor em cada história. A peça é um convite para que os espectadores observem a necessidade de cuidados e de mudanças na forma como lidam e tratam os idosos.
Realização: ONG Liga Solidária

11h às 11h30 – Espetáculo da Diversidade – Com um pout-pourri de coreografias realizadas pelo Grupo Profissional do Instituto Movimentarte, que é composto por bailarinos com síndrome de Down, a apresentação o Espetáculo da Diversidade ressalta a pluralidade do ser humano através de diferentes expressões artísticas, proporcionando ao público um novo olhar para as relações humanas, além de promover encontros e ações focadas no protagonismo da pessoa com deficiência e gerar uma reflexão sobre temas como respeito, amor, diversidade, igualdade, empatia e inclusão.
Realização: ONG Movimentarte

11h45 às 12h30 – Oficina de Bonecas Abayomis – Para acalentar seus filhos durante as terríveis viagens a bordo dos tumbeiros – navios de pequeno porte que realizavam o transporte de escravos entre África e Brasil – as mães africanas rasgavam retalhos de suas saias e a partir deles criavam pequenas bonecas, feitas de tranças ou nós, que serviam como amuleto de proteção, nesta oficina, os participantes poderão produzir seus próprios amuletos.
Realização: Projeto Entrenós e Projeto Social Família 18

13h às 13h45 – Circo Social Aldeias Infantis – Serão realizados dois espetáculos: O Fantástico Mundo do Circo Social e o Circo Feminino. Ambos reúnem inclusão, arte, educação cultural e linguagem circense. Os aprendizes passaram por todas as modalidades circenses e os espetáculos foram sendo criados a partir da percepção e compreensão de cada um sobre as diferentes formas do brincar e também da importância do empoderamento feminino.
Realização: Aldeias Infantis

15h30 16h30 – Slam das Minas – Inspirado no slam, linguagem artística nascida na década de 1980, nos Estados Unidos, o Slam das Minas surgiu em 2015, em Brasília, e em 2016 ganhou novas vozes em São Paulo. A competição, em que as poetas recitam poesias autorais durante três minutos e são avaliadas por um júri popular com notas de 0 a 10, surgiu da necessidade das mulheres de enviar representantes para o campeonato nacional Slam BR e para a disputa mundial de poesia. O movimento ganhou diversas vozes e as rimas têm contribuído para a divulgação de pautas feministas.
Realização: Slam das Minas

VILA SUSTENTABILIDADE

10h às 12h – Oficina Resgatando Orquídeas – Workshop de sensibilização socioambiental, no qual Voluntários receberão orquídeas para serem resgatadas do descarte, através da técnica de fixação em árvores. A duração pode ser de até 60 minutos, dependendo do tamanho das turmas. Serão distribuídas 60 orquídeas aos primeiros inscritos.
Realização: Ohquidea

14h30 às 15h30 – A Música e o Palhaço – Guiado pelo som contagiante da banda, Duilho (o palhaço) chega para assistir a apresentação. Observando os músicos tocarem, ele logo se anima e deseja ser o novo integrante da banda. A partir dessa ideia, o Duilho tentará, de formas inusitadas, conquistar a plateia e os músicos. Será que ele consegue? Composto por músicos e um palhaço, o grupo destaca-se pela interatividade e sonoridade musical. O repertório inclui jazz tradicional, choro e maxixes, percorrendo simultaneamente o período de 1900 até 1930 entre Brasil e Estados Unidos.
Realização: Chorojass Band

ESPAÇO RAIZ

10h às 11h – Em Busca da Moda Perfeita – Com o uso de um tabuleiro que envolve os participantes em torno do ciclo de produção e consumo de uma peça de vestuário, serão propostos, durante as etapas do jogo, desafios e possibilidades para uma produção mais humanizada e menos poluente. O objetivo é gerar discussões e fazer escolhas a partir das informações que o jogo fornece.
Realização: Instituto Ecotece

11h15 às 12h – Ecogame: Missão Humanitária – Jogo cooperativo em que os participantes têm como finalidade “salvar uma comunidade” da qual fazem parte. A meta é dividir um bem comum que se chama água, elemento vital para nossa existência. Deverão também reflorestar com “araucárias” uma grande área devastada. O objetivo do jogo é que todos trabalhem juntos, já que o futuro dessa comunidade e de todos depende disso.
Realização: Surya Solidária

10h às 16h – Reforma da Kombosa – Intervenção artística na Kombosa Solidária, a Kombi que está com a organização há cinco anos e é a ferramenta de transporte de doações e atividades lúdicas para pessoas em situação de rua. Além disso, o grupo levará para esta edição do DBA diversas atividades lúdicas para as crianças, como óculos 360º, pintura de rosto, miçanga, entre outros.
Realização: ONG Kombosa Solidária

ESPAÇO BOSQUE

9h às 18h – Parque Sensorial Natural – Instalação composta por diversas estações de brincar, criadas com elementos naturais e que buscam estimular sensorialmente bebês e crianças, promovendo o desenvolvimento motor, sensorial e cognitivo, além de estimular as relações afetivas entre os participantes.
Realização: Coletivo Parque de Bambu

12h às 12h30 – Percussão Corporal – Uma experiência musical por meio da prática de instrumentos de percussão e movimentos corporais. Exploração de fontes sonoras não convencionais como garrafas PET e utensílios de cozinha para a criação e interpretação de diferentes ritmos.
Realização: Lar das Crianças CIP

13h às 15h – Casada Consigo Mesma – Palhaças vestidas de noivas abordam as mulheres perguntando se gostariam de se casar com elas mesmas. O objetivo da apresentação é que as mulheres resgatem seu amor próprio por meio do empoderamento feminino.
Realização: Cia Asfalto de Poesia

16h30 – Pulse – Cena cômica com esquetes clássicas de palhaço. Um palhaço persistente que mesmo sendo atrapalhado tenta, com a ajuda do público, montar uma banda e fazer um filme, com muito humor e diversão.
Realização: Wellington Dias

TENDA ATADOS

14 às 15h – Diálogos pela Diversidade: política e sociedade – Roda de conversa sobre como é possível potencializar a luta pela diversidade.
Realização: Atados e convidados

15h às 16h – Cruzando Fronteiras – Atividade com a participação de pessoas em situação de refúgio, que são professores de suas línguas nativas (árabe, inglês e francês) e fazem parte do projeto Abraço Cultural. A oficina visa a aproximação cultural através do ensino do uso de turbantes, caligrafia árabe e dança do ventre.
Realização: Abraço Cultural

OUTROS (Apresentações Itinerantes/em movimento)

10h às 11h – Caminhada do Sorriso – A Smile Train apresenta a Caminhada do Sorriso com o objetivo de conscientizar os participantes sobre a fissura Labiopalatina. Até o dia 4/4, as inscrições podem ser feitas pelo e-mail juan@smiletrainbrasil.com ou pelo WhatsApp (11) 98105-5651. Para quem quiser participar da campanha de doação e receber um boné exclusivo, gratuitamente, e usá-lo durante a caminhada, pode fazer uma doação voluntária no valor sugerido de R$55,00. Realização: ONG: Smile Train

11h30 às 12h15 – Travessia – Esta intervenção poético-literária é fruto de imersão artística realizada pelo grupo por meio de incursões pelo sertão mineiro e visitas à cidade de Cordisburgo (MG), terra de Guimarães Rosa, e as vivências teatrais inspiradas no escritor Antônio Cândido. O resultado é a criação de personagens que promovem um encontro entre o sertão mineiro de Rosa e o de Cândido. As músicas foram inspiradas em cirandas, prosas fiadas por violeiros, baseadas no cancioneiro popular.
Realização: Flor de Chita

10h30 às 18h – Tênis no Parque – Oficina que possibilitará ao público praticar atividades físicas e esportivas orientadas, e também momentos de lazer tendo como principal atrativo a modalidade tênis de campo.
Realização: Instituto Patrícia Medrado

14h às 16h – Leitura Surpresa – O Sarau do Binho promove a reunião de poetas, cantores e músicos na região do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo, há mais de 15 anos. No DBA, os poetas do Sarau do Binho vão oferecer a leitura de poemas e pequenos trechos de livros de autores das periferias. Livros sobre temáticas diversas serão distribuídos ao público.
Realização: Sarau do Binho

Serviço
Dia das Boas Ações 2019
Quando: 6 de abril, das 9h às 18h
Onde: Parque Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana, São Paulo – SP)
Entre o Auditório e a Marquise – Entrada pelo portão 10
Mais informações: https://www.atados.com.br/dba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *